Zema transformou Cemig em cabide de empregos para seus amigos do Partido Novo

Aos milhares que estudam esperando uma oportunidade em um concurso público, esqueçam! O Governador Zema voltou com o compadrio

Primeiro, o escândalo revelado pela CPI da Cemig com a contratação do presidente Reynaldo Passanezi Filho, com a consultoria Exec, contratada pelo Partido Novo. Agora, o diretor de Geração e Transmissão da Cemig, Thadeu Carneiro da Silva, conhecido como Thadeu das Granjas, anunciou, no dia 14 de dezembro, uma vaga para gerente de O&M de Eólicas e Solar apenas para seus contatos na rede social Linked-in.

“Olá a todos! Estamos com uma vaga para Gerente de O&M de Eólicas e Solar aqui na CEMIG. Início imediato!”, postou. E completou: “Requisitos: 1. Experiência comprovada em O&M ou de eólicas ou de solar ou de ambas; 2. Disponibilidade para residir em BH e para acompanhar de perto os parques eólicos localizados no Ceará; 3. Formação em engenharia (obrigatório). Interessados encaminhar CV para CEMIG. demetrio@cemig.com.br. Demétrio Alexandre Ferreira”.

Cemig virou escritório particular do Partido Novo

Seguindo os trâmites normais de uma empresa estatal, uma vaga de gerente de O&M (Operação e Manutenção) de energia eólica e solar deveria ser oferecida, em primeiro lugar, para os trabalhadores de carreira concursados da empresa. Mas como a gestão Romeu Zema tem transformado a Cemig num escritório de atendimento aos interesses e aparelhamento do Partido Novo, os não-concursados sentem-se à vontade para, depois de contratados, oferecer vagas de maneira restrita a amigos e contatos profissionais que podem lhes render indicações, no futuro, em outras empresas.

Desde que a gestão do Partido Novo abriu 40% dos cargos de gestão da Cemig para não concursados, a empresa tem sido fortemente aparelhada por amigos do rei vindos de outros estados, principalmente de São Paulo.

Vale ressaltar que a situação se repete em outras estatais e postos do governo estadual. Muitos executivos, escritórios de advogados e consultorias de São Paulo têm sido contratados pela gestão Zema na Copasa, Prodemge e até no fundo de pensão Libertas, que não exige dez anos de pertencimento ao plano para ocupar cargos de direção. Uma verdadeira legião estrangeira a serviço da privatização e aparelhamento das empresas mineiras.

A ABCF PRECISA DE VOCÊ. SEJA SÓCIO. APOIE QUEM TE DEFENDE

Precisamos fortalecer as entidades representativas, inclusive financeiramente, para protegermos os participantes da Forluz e da Cemig Saúde. Os custos com advogados e outras consultorias são elevados.

Não se esqueça de se tornar sócio da ABCF e fortalecer quem defende os participantes. Importante deixar claro que a Justiça só vai dar o direito a ações contra perdas de direitos na Forluz a quem for sócio de alguma entidade.

Se você ainda não é sócio, junte-se a nós da ABCF.

É simples se tornar um associado. Clique no link. São apenas R$ 13,57 por mês.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube. Clique aqui.

Somente nossa eterna vigilância vai proteger a Forluz e a Cemig Saúde

Receba notícias pelo WhatsApp >>> https://chat.whatsapp.com/HcRys1VwIoXKl0XLMIlSFu

Conheça a História da ABCF e faça parte dela: https://www.portalabcf.com.br/historia/

Conheça a diretoria e o conselho da ABCF: https://www.portalabcf.com.br/abcf/diretoria-e-conselheiros/