Vitória na Cemig Saúde: Conselheiros eleitos barram manobra da Cemig

O Conselho Deliberativo da Cemig Saúde rejeitou a proposta da Cemig de não pagar o reajuste do plano de saúde em 2022. Os quatro conselheiros eleitos pelos participantes votaram contra e os quatro conselheiros indicados pelas patrocinadoras votaram a favor. Na Cemig Saúde, não existe voto de minerva da patrocinadora e o empate indica rejeição da proposta.

Caso o reajuste não fosse aprovado, a Cemig Saúde deixaria de arrecadar R$ 71 milhões, o que representa mais de 23% de seu patrimônio. Destes R$ 71 milhões, a Cemig deixaria de pagar R$ 55 milhões à Cemig Saúde. O valor a ser pago pelos beneficiários, por sua vez, já foi descontado após a aplicação do reajuste nas tabelas de custeio do PSI.

Os conselheiros eleitos que defenderam os participantes e a sustentabilidade financeira da Cemig Saúde foram: Ana Paula Silva Rosa, Silmar Miranda, Waner Luis da Silva Santos e William Franklin.

Direção da Cemig Saúde só foi transparente após matéria da ABCF

Após matéria da ABCF denunciando a manobra da Cemig para não pagar o reajuste e, com isso, sufocar financeiramente a Cemig Saúde, a operadora soltou uma nota em seu site informando sobre a proposta da patrocinadora e dizendo que estudos atuariais diriam se o reajuste era ou não necessário.

Caso realmente tivessem se guiado pelos estudos atuariais, os conselheiros indicados pela patrocinadora não teriam apoiado a proposta da Cemig. Os estudos atuariais apontam que as despesas do plano estão crescem acima dos reajustes regulamentares. Além disso, o relatório gerencial da própria Cemig Saúde aponta um aumento de 25% do custo assistencial do plano até o terceiro trimestre de 2021.

Força dos beneficiários está na união das entidades

A vitória no Conselho Deliberativo só foi possível porque todos os conselheiros eleitos votaram unidos. Como dissemos, por não ter voto de minerva, o empate no Conselho da Cemig Saúde resulta em rejeição da proposta.

É por esse motivo que a ABCF SEMPRE PREGOU E TRABALHA PELA UNIÃO DAS ENTIDADES em prol dos interesses dos participantes e beneficiários. Nem sempre temos êxito, mas vamos sempre continuar tentando. Unidos, os participantes são fortes

A ABCF PRECISA DE VOCÊ. SEJA SÓCIO. APOIE QUEM TE DEFENDE

Precisamos fortalecer as entidades representativas, inclusive financeiramente, para protegermos os participantes da Forluz e da Cemig Saúde. Os custos com advogados e outras consultorias são elevados.

Não se esqueça de se tornar sócio da ABCF e fortalecer quem defende os participantes. Importante deixar claro que a Justiça só vai dar o direito a ações contra perdas de direitos na Forluz a quem for sócio de alguma entidade.

Se você ainda não é sócio, junte-se a nós da ABCF.

É simples se tornar um associado. Clique no link. São apenas R$ 13,57 por mês.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube. Clique aqui.

Somente nossa eterna vigilância vai proteger a Forluz e a Cemig Saúde

Receba notícias pelo WhatsApp >>> https://chat.whatsapp.com/HcRys1VwIoXKl0XLMIlSFu

Conheça a História da ABCF e faça parte dela: https://www.portalabcf.com.br/historia/

Conheça a diretoria e o conselho da ABCF: https://www.portalabcf.com.br/abcf/diretoria-e-conselheiros/