Gestão Zema atenta outra vez contra o plano de saúde

  • A Cemig está propondo que a Cemig Saúde não aplique, em 2022, o reajuste regulamentar nas contribuições das patrocinadoras e também, “se possível”, dos beneficiários
  • O objetivo é claro: sufocar financeiramente o plano e matá-lo aos poucos
  • A mentira sobre a incapacidade de a Cemig manter o plano não para de pé: nos nove primeiros meses de 2021, a Cemig registrou lucro de R$ 2,8 bilhões

Na correspondência GP/RT – 00362/2022. enviada à Saúde em 21/01/2022, a Cemig solicita a “não aplicação do reajuste financeiro no ciclo de 2022”. A consequência da não aplicação do reajuste será tornar o plano de saúde insustentável em poucos anos, pois todos sabemos que os reajustes ao longo do tempo são incapazes de acompanhar o aumento das despesas com saúde. Ou seja, esta nova jogada visa sufocar a Cemig Saúde para inviabilizar o plano de saúde.

A empresa deixa claro na própria correspondência que “tem por objetivo a sustentabilidade econômico-financeira da CEMIG, que não possui condições de manter suas contribuições para o plano de saúde na modalidade existente”. Mais uma vez a Cemig repete a mentira sobre sua capacidade financeira, fato que já contradito pelo próprio Presidente Reynaldo Passanezi na Assembleia Legislativa, quando afirmou que a empresa está obtendo os melhores resultados financeiros de sua história. Apenas nos nove primeiros meses de 2021, a Cemig registrou lucro de R$ 2,8 bilhões.

Na correspondência, a empresa reconhece que “acordos e regulamentos regem as condições estabelecidas para que se efetive o reajuste”. Fica outra vez demonstrado o desrespeito à decisão judicial que determina “o cumprimento e a manutenção dos termos pactuados, sob pena de responsabilização pelos prejuízos causados”.

Na jogada anterior, a gestão Zema tentou forçar a Cemig Saúde a aprovar novos planos onde os aposentados teriam que arcar com todos os custos, e teve mais uma derrota na Justiça. Agora quer outra vez desobedecer a Justiça e propõe que a Cemig Saúde não reajuste as contribuições, contrariando o Acordo Coletivo Específico (ACE), o regulamento do plano e as decisões judiciais.

Engodo e manipulação

Para tentar ganhar a opinião dos beneficiários, a empresa propõe: “caso essa possibilidade não implique prejuízos ao Plano, solicitamos também que não seja aplicado o reajuste devido aos beneficiários do Prosaúde Integrado”. Com isso, a empresa espera que os beneficiários pressionem os conselheiros eleitos a aprovar a medida.

A Cemig Saúde já publicou em sua página na Internet a tabela de contribuição de 2022. Nos contracheques dos aposentados e ativos já foram descontados os novos valores, refletindo o reajuste salarial dos trabalhadores da Cemig de 11,08%. O valor é significativo, mas não podemos cair neste conto do vigário e perder o plano de saúde.

Como tem sido a prática da gestão Zema, atropelando a governança, sem nenhum estudo das consequências e sem tempo para análise, a Cemig Saúde está convocando uma reunião extraordinária do Conselho Deliberativo para sexta-feira, 28 de janeiro, para decidir ilegalmente contra o ACE. Esperamos que os conselheiros eleitos se mantenham unidos e derrotem mais este ataque ao plano de saúde.

Só podemos esperar que a Cemig pague o acordado e com os juros e multas previstos no regulamento, que é o que acontece com todos os beneficiários quando atrasam suas contribuições.

A ABCF PRECISA DE VOCÊ. SEJA SÓCIO. APOIE QUEM TE DEFENDE

Precisamos fortalecer as entidades representativas, inclusive financeiramente, para protegermos os participantes da Forluz e da Cemig Saúde. Os custos com advogados e outras consultorias são elevados.

Não se esqueça de se tornar sócio da ABCF e fortalecer quem defende os participantes. Importante deixar claro que a Justiça só vai dar o direito a ações contra perdas de direitos na Forluz a quem for sócio de alguma entidade.

Se você ainda não é sócio, junte-se a nós da ABCF.

É simples se tornar um associado. Clique no link. São apenas R$ 13,57 por mês.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube. Clique aqui.

Somente nossa eterna vigilância vai proteger a Forluz e a Cemig Saúde

Receba notícias pelo WhatsApp >>> https://chat.whatsapp.com/HcRys1VwIoXKl0XLMIlSFu

Conheça a História da ABCF e faça parte dela: https://www.portalabcf.com.br/historia/

Conheça a diretoria e o conselho da ABCF: https://www.portalabcf.com.br/abcf/diretoria-e-conselheiros/