Em audiência no TRT, Cemig apresenta proposta de grupo de trabalho para negociar novo plano na Cemig Saúde

A Cemig apresentou a proposta de criação de um grupo de trabalho com as associações e sindicatos para estudar um novo plano de saúde. A empresa insiste em fazer um plano para os ativos, pagando todo o custeio, e um plano separado para os aposentados, em que ela não fará nenhum aporte. A “novidade” é que ela propôs usar o saldo do plano atual, cerca de R$ 300 milhões, para manter o custeio dos aposentados por um período de um ano.

Após o fim da reunião, foi dado um prazo até 9 de maio para as entidades responderem se aceitam participar do grupo de trabalho e quais as condições.

Durante a audiência, a ABCF reforçou que é necessário respeitar as inúmeras famílias de aposentados e que a construção de qualquer proposta demanda debates democráticos, sem pressa.

A ABCF PRECISA DE VOCÊ. SEJA SÓCIO. APOIE QUEM TE DEFENDE

Precisamos fortalecer as entidades representativas, inclusive financeiramente, para protegermos os participantes da Forluz e da Cemig Saúde. Os custos com advogados e outras consultorias são elevados.

Não se esqueça de se tornar sócio da ABCF e fortalecer quem defende os participantes. Importante deixar claro que a Justiça só vai dar o direito a ações contra perdas de direitos na Forluz a quem for sócio de alguma entidade.

Se você ainda não é sócio, junte-se a nós da ABCF.

É simples se tornar um associado. Clique no link. São apenas R$ 13,57 por mês.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube. Clique aqui.

Somente nossa eterna vigilância vai proteger a Forluz e a Cemig Saúde

Receba notícias pelo WhatsApp >>> https://chat.whatsapp.com/HcRys1VwIoXKl0XLMIlSFu

Conheça a História da ABCF e faça parte dela: https://www.portalabcf.com.br/historia/

Conheça a diretoria e o conselho da ABCF: https://www.portalabcf.com.br/abcf/diretoria-e-conselheiros/