CHAPAS 1 e 3 explicam sentença que condenou a Cemig a pagar déficit na Forluz

Cláudia Ricaldoni, candidata das CHAPAS 1 e 3 – Unidade e Compromisso, explica que as três sentenças que tivemos até agora sobre o artigo 57 foram favoráveis a sua legalidade. Tese defendida por ABCF, AEA-MG e Sindieletro há anos.

A Cemig perdeu na Justiça uma ação em que a Forluz cobrava R$ 160 milhões pelo déficit de 2019 no Plano A. A Justiça concedeu sentença, em primeira instância, para garantir a solvência do plano e determinou o pagamento do montante no prazo máximo possível, que é de 166 parcelas mensais.

Claudia diz, ainda, como a Cemig tentou confundir os participantes enviando uma carta (datada de 6/06, mas divulgada pela Forluz só no dia 15/06) à Forluz com “propostas” que estão em desacordo com uma sentença que saiu mais de dez dias antes, no dia 26/05.

“A sentença é tão boa que ela entra na tese, no mérito da questão: se o artigo 57 é válido ou se tem alguma ilegalidade. A sentença é cristalina: não tem”, diz Claudia Ricaldoni. Ela lembra, entretanto, que esta é uma decisão de primeira instância, mas que está muito bem fundamentada.

“O que causa espécie é que a Cemig, mesmo sabendo disso, divulga uma carta, em tom de ameaça, dizendo que ou as pessoas mudam de plano ou terão que pagar déficit metade a metade”, diz Claudia Ricaldoni.

Leia mais sobre a sentença aqui.

Inscreva-se no canal e fortaleça a luta contra a privatização da Cemig e em defesa dos direitos dos participantes na Cemig Saúde e na Forluz.

A ABCF precisa de você. Apoie quem te defende. Seja Sócio – https://www.portalabcf.com.br/associado-contribuinte/

Siga a ABCF no Instagram – https://www.instagram.com/portal.abcf/

Curta nossa página no Facebook – https://www.facebook.com/PortalABCF

Receba notícias pelo WhatsApp – https://chat.whatsapp.com/HcRys1VwIoXKl0XLMIlSFu

Entre em nosso grupo no Telegram – https://t.me/joinchat/kUB-0Dm0YmZkYTdh

A ABCF PRECISA DE VOCÊ. SEJA SÓCIO. APOIE QUEM TE DEFENDE

Precisamos fortalecer as entidades representativas, inclusive financeiramente, para protegermos os participantes da Forluz e da Cemig Saúde. Os custos com advogados e outras consultorias são elevados.

Não se esqueça de se tornar sócio da ABCF e fortalecer quem defende os participantes. Importante deixar claro que a Justiça só vai dar o direito a ações contra perdas de direitos na Forluz a quem for sócio de alguma entidade.

Se você ainda não é sócio, junte-se a nós da ABCF.

É simples se tornar um associado. Clique no link. São apenas R$ 13,57 por mês.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube. Clique aqui.

Somente nossa eterna vigilância vai proteger a Forluz e a Cemig Saúde

Receba notícias pelo WhatsApp >>> https://chat.whatsapp.com/HcRys1VwIoXKl0XLMIlSFu

Conheça a História da ABCF e faça parte dela: https://www.portalabcf.com.br/historia/

Conheça a diretoria e o conselho da ABCF: https://www.portalabcf.com.br/abcf/diretoria-e-conselheiros/