Cemig Saúde atende ‘ordem’ da Cemig e quer votar exclusão de aposentados do plano no dia 6/01

A Cemig Saúde publicou nesta segunda-feira, 3 de janeiro, uma nota em que acata a “ordem” da Cemig de apresentar um novo plano de saúde rebaixado para ativos e que exclui os aposentados e pensionistas. A Cemig Saúde está convocando, com apenas três dias de antecedência, o Conselho Deliberativo para votar a mudança no dia 6 de janeiro.

A própria Cemig Saúde reforça o que já foi dito antes por ABCF e Cemig: “É importante ressaltar que todos os procedimentos cobertos pelo plano atual continuarão a ser autorizados normalmente”.

A ABCF orienta aos conselheiros que não aprovem nenhuma mudança no plano de saúde sem que antes tenha sido aprovado em assembleias realizadas pelos sindicatos e associações. Lembramos ainda que a Justiça se posicionou, até no recurso ao STF, garantindo o direito dos beneficiários.

Entidades têm que ser ouvidas antes

É um absurdo a Cemig Saúde querer que um assunto tão complexo seja aprovado desta forma no Conselho Deliberativo, sem tempo para análise e sem a análise das consequências para os beneficiários nem para a própria operadora.

Essa decisão precisa ser deliberada antes pelas entidades através de assembleias. Todos os dados devem ser repassados com prazo para amplo debate.

Submissão da Cemig Saúde

A Cemig Saúde é um patrimônio dos trabalhadores da Cemig. O plano de saúde foi e continua sendo pago por trabalhadores ativos e aposentados. Em geral, é pouco usado durante o tempo da ativa e passa a ser extremamente necessário no momento da velhice, quando os problemas de saúde se intensificam.

Ou seja, quando quem pagou a vida toda pelo plano precisa dele, a Cemig quer cortá-lo. Por ser pago de forma paritária, espanta que a Cemig Saúde tenha dado uma pronta resposta à empresa e convocado uma reunião com antecedência de apenas três dias.

A ABCF está atenta aos movimentos da Cemig e da Cemig Saúde e está analisando com seus advogados as medidas necessárias a serem tomadas.

A ABCF PRECISA DE VOCÊ. SEJA SÓCIO. APOIE QUEM TE DEFENDE

Precisamos fortalecer as entidades representativas, inclusive financeiramente, para protegermos os participantes da Forluz e da Cemig Saúde. Os custos com advogados e outras consultorias são elevados.

Não se esqueça de se tornar sócio da ABCF e fortalecer quem defende os participantes. Importante deixar claro que a Justiça só vai dar o direito a ações contra perdas de direitos na Forluz a quem for sócio de alguma entidade.

Se você ainda não é sócio, junte-se a nós da ABCF.

É simples se tornar um associado. Clique no link. São apenas R$ 13,57 por mês.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube. Clique aqui.

Somente nossa eterna vigilância vai proteger a Forluz e a Cemig Saúde

Receba notícias pelo WhatsApp >>> https://chat.whatsapp.com/HcRys1VwIoXKl0XLMIlSFu

Conheça a História da ABCF e faça parte dela: https://www.portalabcf.com.br/historia/

Conheça a diretoria e o conselho da ABCF: https://www.portalabcf.com.br/abcf/diretoria-e-conselheiros/