Cemig Saúde acelerando para o abismo. Até quando?

Fomos informados que o Grupo de Trabalho de “sustentabilidade”, formado pelo Conselho Deliberativo da Cemig Saúde, propôs várias alterações no plano para combater um déficit. Chama atenção que o resultado de 2019 foi positivo em R$ 28 milhões e o plano apresenta superávit acumulado de R$ 232 milhões. Vale lembrar que o Conselho Deliberativo é atualmente composto por membros das chapas 1 e 2, do Coletivo “De Olho na Cemig Saúde”, que desejam a reeleição.

As propostas seriam:

❌  Fim do PGE – Programa de Garantias Especiais (acabaria com o teto de reembolsos);

❌  O plano deixaria de ter abrangência nacional, e passaria a ter abrangência estadual ou poderia ser dividido em planos regionais;

❌  O custo mensal deixaria de ser familiar e passaria a ser individual, e o preço fixo e não mais por percentual da renda;

❌  O plano poderia também ser divido, oferecendo planos de enfermaria e com rede ampla ou mais restrita;

❌  Para as faixas de idade superior é estimado um aumento de 50%;

❌  Vários outros programas seriam extintos.

As alterações são tão absurdas que certamente significariam a extinção do plano e da própria Cemig Saúde.

O GT de “sustentabilidade” foi constituído de conselheiros eleitos pelos participantes e indicados pelas patrocinadoras.

Estas informações foram anunciadas em uma live no dia 4/6 pelo conselheiro Waner Luis da Silva Santos. Segundo ele, o GT apresentou esta proposta no dia 3/6 e foi marcada uma reunião do Conselho Deliberativo para o dia 17/6 para aprovação das propostas.

Calote eleitoral

Por incrível que pareça, a chapa 2, do tal Coletivo de Entidades, acusa a chapa 1, que também tem candidatos a reeleição do mesmo coletivo. Eles alegam que foram “pegos de surpresa” com as propostas. Impossível acreditar que, com membros nos conselhos Deliberativo e Fiscal, além do diretor eleito (DRP) Marcos Barroso, a chapa “De Olho na Cemig Saúde” não soubessem de nada. Cadê a nossa representatividade? Eles foram eleitos para acompanhar, deliberar. Não basta ficar “de olho”. Tem que participar, agir, defender nossos interesses.

Não caia nessa. Vote em quem sempre esteve do seu lado, para defender nossas conquistas e direitos. Ainda dá tempo de votar em Renovação e Compromisso – Chapa 3.

Conheça a História da ABCF e faça parte dela: https://www.portalabcf.com.br/historia/

Conheça a diretoria e o conselho da ABCF: https://www.portalabcf.com.br/abcf/diretoria-e-conselheiros/