Cemig quer fugir de suas obrigações e transferir o risco para os participantes do Plano A

A Forluz informou em seu site nesta quinta-feira, 11 de novembro, que a Cemig enviou uma proposta de migração dos participantes do Plano A, vitalício, para um plano de cotas, financeiro. A proposta surpreendeu a todos, já que não foi informada previamente aos conselheiros eleitos.

Diz o texto da Forluz: “caso o participante opte pela migração, o valor de sua Reserva Matemática Individualizada (RMI) será transferido integralmente para uma conta de aposentadoria individual. Na proposta, também foi prevista a possibilidade de saque de parcela à vista, no ato da migração, cujo percentual será estabelecido posteriormente, mediante estudos específicos de viabilidade”.

A Forluz não deu mais detalhes do novo plano de cotas a ser criado.

O que não foi dito

Os gestores que estão propondo isso são os mesmos que querem tirar os aposentados do plano de saúde d e do seguro de vida.

A verdade é que a Cemig quer:

– transferir o risco exclusivamente para os participantes;
– excluir o artigo 57 e dar o calote no pagamento dos déficits passados do Plano A;
– dar o calote na dívida relativa ao investimento na Usina de Santo Antônio.

Limpar a área para privatizar

O governo Zema, com o objetivo de privatizar a Cemig, está tentando “limpar a área” para o mercado. Para isso, faz ataques coordenados e simultâneos ao plano de saúde, seguro de vida e plano de previdência. Tudo o que o eletricitário construiu e pagou, a gestão atual quer entregar de bandeja para o mercado de planos de saúde e financeiro.

Com a ajuda de todos os participantes, não permitiremos o desmonte da Cemig, Forluz e Cemig Saúde.

A ABCF PRECISA DE VOCÊ. SEJA SÓCIO. APOIE QUEM TE DEFENDE

Precisamos fortalecer as entidades representativas, inclusive financeiramente, para protegermos os participantes da Forluz e da Cemig Saúde. Os custos com advogados e outras consultorias são elevados.

Não se esqueça de se tornar sócio da ABCF e fortalecer quem defende os participantes. Importante deixar claro que a Justiça só vai dar o direito a ações contra perdas de direitos na Forluz a quem for sócio de alguma entidade.

Se você ainda não é sócio, junte-se a nós da ABCF.

É simples se tornar um associado. Clique no link. São apenas R$ 13,57 por mês.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube. Clique aqui.

Somente nossa eterna vigilância vai proteger a Forluz e a Cemig Saúde

Receba notícias pelo WhatsApp >>> https://chat.whatsapp.com/HcRys1VwIoXKl0XLMIlSFu

Conheça a História da ABCF e faça parte dela: https://www.portalabcf.com.br/historia/

Conheça a diretoria e o conselho da ABCF: https://www.portalabcf.com.br/abcf/diretoria-e-conselheiros/