Cemig entra na Justiça contra plano de saúde para ativos e aposentados

A Cemig divulgou nesta quarta-feira, 11 de novembro, que entrou na Justiça para tirar direitos de trabalhadores ativos e aposentados na Cemig Saúde. A empresa entrou com duas ações no Tribunal Regional do Trabalho. A primeira visa colocar o poder judiciário como mediador da proposta, incompleta, feita anteriormente e a segunda é para anular a renovação automática do Acordo Coletivo Específico do Pró-Saúde Integrado.

A ABCF noticiou recentemente que a Cemig contratou por R$ 1 milhão, sem licitação, dois escritórios de São Paulo para atuar contra ativos e aposentados na Cemig. Um deles, inclusive, foi inaugurado recentemente e não tem nem um ano de existência.

Vale lembrar que a proposta da Cemig para o plano de saúde exclui diversos direitos de ativos e exclui os aposentados do plano. É a própria Cemig quem diz que o plano para ativos será “em linha com o mercado” e que o aposentado “arque com o seu custeio”.

Cemig Saúde: construção de décadas

A Cemig Saúde não é um favor da patrocinadora. Além de os ativos e aposentados pagarem parte da mensalidade do plano, pagam a coparticipação e o principal: é um plano construído ao longo de décadas, com o qual aposentados e ativos contribuíram, no passado, e continuam a contribuir no presente.

A ABCF, como já foi dito, vai tomar todas as providências possíveis para impedir que a Cemig retire direitos dos participantes e beneficiários da Cemig Saúde. É muito importante que todos se envolvam nessa luta.

Nesta quarta-feira, os sócios da ABCF aprovaram que a associação, sozinha ou em conjunto com outras entidades representativas, tome medidas judiciais e extrajudiciais na defesa de seus interesses contratando escritórios de advocacia ou entrando com ações na Justiça.

A ABCF PRECISA DE VOCÊ. SEJA SÓCIO. APOIE QUEM TE DEFENDE

Precisamos fortalecer as entidades representativas, inclusive financeiramente, para protegermos os participantes da Forluz e da Cemig Saúde. Os custos com advogados e outras consultorias são elevados.

Não se esqueça de se tornar sócio da ABCF e fortalecer quem defende os participantes. Importante deixar claro que a Justiça só vai dar o direito a ações contra perdas de direitos na Forluz a quem for sócio de alguma entidade.

Se você ainda não é sócio, junte-se a nós da ABCF.

É simples se tornar um associado. Clique no link. São apenas R$ 13,57 por mês.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube. Clique aqui.

Somente nossa eterna vigilância vai proteger a Forluz e a Cemig Saúde

Receba notícias pelo WhatsApp >>> https://chat.whatsapp.com/HcRys1VwIoXKl0XLMIlSFu

Conheça a História da ABCF e faça parte dela: https://www.portalabcf.com.br/historia/

Conheça a diretoria e o conselho da ABCF: https://www.portalabcf.com.br/abcf/diretoria-e-conselheiros/