'Daqui a 20 anos, teremos idosos pedindo esmola na rua', diz economista sobre reforma da Previdência



“Que país nós temos, que país nós queremos e que país os formuladores estão projetando?” Com esta pergunta, o economista Eduardo Fagnani, professor da Unicamp, resumiu a postura que todos devemos ter frente às reformas trabalhista e previdenciária em curso no Brasil. Na última quinta-feira, 9 de março, Fagnani esteve em Belo Horizonte para explicar e debater as mudanças na Previdência Social propostas pelo governo Temer.

O seminário “Reforma da Previdência ou Demolição dos Direitos Sociais no Brasil?” foi organizado pela Anapar, ABCF e APCEF e contou com o apoio da Acoprevi, AEA, AFBDMG, Após-Prodemge, DEAPES, Sindados-MG, Sindágua e Sindieletro.

Curta nossa página no Facebook


O economista apresentou inúmeros dados e estatísticas para embasar uma “análise técnica” da Previdência. A partir desses números, Fagnani mostrou que a Previdência não é deficitária (veja quadro abaixo).


“Daqui 20 ou 30 anos, nós teremos uma massa de idosos sem nenhuma fonte de renda”, disse Fagnani. Cerca de 82% dos idosos do Brasil têm como fonte de renda ao menos a Previdência. Na América Latina, segundo o professor, esse número não chega a 42%. “Se você observar, é difícil ver um idoso pedindo esmola na rua (no Brasil)”. Essa realidade, entretanto, pode mudar caso a reforma da Previdência passe. “Nós vamos ter velho pedindo esmola na rua, nós vamos ter adolescente parando de estudar para trabalhar”.

Fagnani ressaltou que a Previdência faz parte da Seguridade Social, como está escrito na Constituição Federal, e é financiada de maneira tripartite por trabalhadores ativos, empresas e Estado. Uma saída para reforçar o financiamento da Previdência seria “sair da taxação do consumo” e taxar os ganhos de produtividade, a riqueza, os lucros e o patrimônio.

 
Por fim, Eduardo Fagnani disse que “o golpe parlamentar é uma oportunidade de se promover um projeto ultraliberal no Brasil”, já que ninguém ganharia a eleição com essas propostas.



Clique no botão abaixo e faça o download da apresentação em powerpoint da palestra do economista Eduardo Fagnani.

Compartilhe Google Plus

Sobre Portal ABCF

Site da Associação dos Beneficiários da Cemig Saúde e Forluz. Previdência complementar, fundo de pensão, educação financeira e plano de saúde.
    Comentários Gmail
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário