Seguro de Vida: aposentados são impedidos de entrar na Cemig e de participar de negociação

A Cemig impediu, nesta terça, 23 de fevereiro, que representantes dos aposentados participassem da mesa de negociação que discutiu as mudanças no seguro de vida da empresa. Aposentados que se manifestarem em frente à sede da empresa contra as mudanças no seguro também foram impedidos de acessar as dependências do prédio, mesmo aqueles que queriam apenas resolver problemas com a conta de energia.

Aposentados que protestaram contra mudanças no seguro de vida foram impedidos de entrar no prédio da Cemig


A Cemig promoveu mudanças no seguro de vida em grupo dos funcionários da ativa e aposentados no final de 2015. As mudanças propostas pela Cemig incluem a redução de 20% a 80% do valor do seguro de vida dependendo da idade do segurado. As famílias dos segurados também serão prejudicadas. Além de reduzir os prêmios para o seguro de vida de aposentados e trabalhadores, a Cemig também retirou a cobertura para morte acidental das apólices de aposentados e cônjuges.

Cemig e funcionários pagam mensalmente pelo Seguro de Vida em Grupo. Com a redução do prêmio, Cemig e funcionários passarão a pagar uma parcela mensal menor. O problema é que a mudança no valor do prêmio do seguro de vida exige a concordância de, pelo menos, 75% de aposentados e trabalhadores. A concordância teria que se dar por abaixo-assinado, correspondência individual ou preenchimento de proposta de Adesão Simplificada. Até agora, entretanto, isso não foi feito.


A Cemig vendeu a gestão das apólices do seguro em novembro do ano passado com as modificações, prometendo aos compradores que conseguiria a concordância de funcionários e aposentados a posteriori. Entidades que representam trabalhadores e aposentados entraram com ações coletivas da Justiça para exigir que a Cemig volte atrás nas mudanças.
Compartilhe Google Plus

Sobre Portal ABCF

Site da Associação dos Beneficiários da Cemig Saúde e Forluz. Previdência complementar, fundo de pensão, educação financeira e plano de saúde.
    Comentários Gmail
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário