Dúvida: aposentar com o 'fator' ou esperar? Leia a resposta do especialista em Previdência

Com medo de esperar mais tempo para dar" entrada na aposentadoria e as regras mudarem, o professor de educação física Sergio Romero, de 57 anos, agendou atendimento no INSS para abril, com dúvidas. 


"Não sei calcular o desconto do fator previdenciário". disse, sobre o índice usado pelo INSS para quem se aposenta por tempo de contribuição, levando-se em consideração o período pago à Previdência, além da idade do trabalhador. 


No caso do professor, que está com 36 anos de contribuição, o índice é de 0,772 e será multiplicado ao salário do benefício. Com isso, o desconto de Sérgio será de 33% no valor da aposentadoria. 


ESPERAR OU NÃO? 


Em dezembro, Sérgio completa 58 anos e terá mais um de contribuição, chegando a 37. Somando os dois períodos, ele alcança a soma de 95, necessária para fugir do fator pela fórmula 85/95 e escapar de descontos. "Falta muito pouco, mas tenho medo de mudar alguma coisa (nas regras da Previdência) e precisar trabalhar mais anos", afirmou Sérgio. 


A preocupação dele surgiu após declarações da presidente Dilma Rousseff em fixar a idade mínima de 65 anos para pedir o benefício previdenciário. 


O advogado Sérgio Salvador aconselha quem está em situação semelhante a já entrar com o pedido. "Em época de mudanças e especulação, é recomendável adquirir o direito. O que vale é a lei em vigor no mo mento em que ele faz a requisição junto ao INSS", explicou. O especialista salienta, ainda, que na hipótese de o contribuinte continuar trabalhando, ele pode recorrer à Justiça para pedir a desaposentação e, assim, tentar conseguir um benefício melhor.


Fonte: Diário de S.Paulo.
Compartilhe Google Plus

Sobre Portal ABCF

Site da Associação dos Beneficiários da Cemig Saúde e Forluz. Previdência complementar, fundo de pensão, educação financeira e plano de saúde.
    Comentários Gmail
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário