Conheça os 23 melhores países para viver depois da aposentadoria

Equador, Colômbia, Peru e Uruguai. Os quatro países da América do Sul estão entre os melhores do mundo para morar após a aposentadoria. O Brasil ficou fora do ranking de 23 países da revista norte-americana "International Living" em 2016. Em 2015, o Brasil ficou na 16ª posição no ranking dos melhores países para se viver depois da aposentadoria.

Curta nossa página no Facebook




O ranking, elaborado pela revista International Living, lista os 25 melhores países para se morar levando-se em conta valor de imóveis para compra e aluguel, benefícios fiscais e descontos para aposentados, facilidade para obter visto de residência, facilidade de adaptação e qualidade do sistema de saúde. 




Os quatro fazem parte do acordo de residência do Mercosul. Por isso, brasileiros têm mais facilidade para obter visto. Inicialmente, é preciso pedir visto temporário, que tem validade de dois anos. 


Para conseguir esse visto, basta apresentar documento de identificação válido e uma declaração de antecedentes criminais. 


Depois, é possível pedir a residência permanente, comprovando renda para viver no país.

Fontes: International Living e Agora São Paulo.
Compartilhe Google Plus

Sobre Portal ABCF

Site da Associação dos Beneficiários da Cemig Saúde e Forluz. Previdência complementar, fundo de pensão, educação financeira e plano de saúde.
    Comentários Gmail
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário