Mesmo com crise e lucro menor, diretores de grandes empresas estão ganhando mais

A remuneração média das diretorias de 35 grandes empresas brasileiras de capital aberto aumentou, mesmo com uma piora nos resultados nos últimos anos, aponta uma pesquisa da consultoria de RH Mercer. 

Em 2014, o incremento salarial dos executivos nas mais altas posições hierárquicas foi de quase 22%, enquanto houve quedas em lucro líquido (2,94%), dividendos (5,19%) e Ebitda (3,6%), que é o resultado operacional. 


Curta nossa página no Facebook




A remuneração variável, que inclui bônus para executivos que atingem metas, avançou a uma proporção ainda maior do que o salário, afirma Christian Pereira, diretor da consultoria. Geralmente, esse pagamento é feito com ações da companhia. 


No estudo, as altas que os executivos de empresas brasileiras receberam são comparadas com as de seus pares nos Estados Unidos. Lá, a remuneração fixa cresceu 1% e houve melhora de todos os indicadores financeiros. 


"No mercado de RH, fala-se muito sobre o pagamento por desempenho. Isso funciona bem nos EUA, mas, no Brasil, não", diz Pereira. 


Esse descompasso entre os resultados e a remuneração acontece porque executivos brasileiros convencem os conselhos a dar reajustes de acordo com metas pouco ambiciosas, diz o consultor. 


"Em 2015, a tendência é que a diretoria continue ganhando bônus porque as empresas estabeleceram metas ainda mais tímidas, dada a situação de mercado." 


No Brasil ainda não há uma tradição de contratar pessoas que atuam como profissionais de conselho de administração, como acontece nos Estados Unidos, de acordo com Pereira.  


Fonte: Folha de S.Paulo.
Compartilhe Google Plus

Sobre Portal ABCF

Site da Associação dos Beneficiários da Cemig Saúde e Forluz. Previdência complementar, fundo de pensão, educação financeira e plano de saúde.
    Comentários Gmail
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário