ABCF pede esclarecimentos sobre parcelamento do reajuste da Cemig Saúde

A ABCF (Associação dos Beneficiários da Cemig Saúde e Forluz) mandou uma correspondência à Cemig nesta quinta, 26 de novembro, para que a empresa esclareça alguns pontos que não ficaram claros na negociação da Mesa Temática da Cemig Saúde. Veja a carta abaixo.



Belo Horizonte, 26 de novembro de 2015.


Ilmo. Sr.
Brunno Viana dos Santos Sant’Anna
Gerente de Relações Sindicais
Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig
Av. Barbacena, 1200
BELO HORIZONTE/MG


Senhor Gerente,


Em relação ao estudo realizado para escalonamento do aumento dos participantes (5,10% por ano), solicitamos o esclarecimento das seguintes questões:
  • A Cemig se comprometerá, formalmente, em reajustar a sua participação, em janeiro/2021, com a diferença do total reajustado aos participantes?
  • Por que a questão dos repasses referentes ao acordo Forluz/Banco Real/Santander não foi respondida? O repasse desses valores é fundamental e pode impactar o estudo atuarial ora apresentado.
  • A questão da remuneração do Diretor de Relações com Participantes, quando aposentado, é questão muito relevante para nós, assim como é a questão da periodicidade de reajuste do plano de cinco em cinco anos para a Cemig.
Com relação ao parcelamento do reajuste dos participantes, reivindicamos que seja feito um acompanhamento atuarial anual, para confirmar se é mesmo necessário o percentual estabelecido. A partir do estudo atuarial, caso se constate que o reajuste pode ser menor do que os 5,10%, preservada a solvência e o equilíbrio do plano, poder-se-ia aplicar um reajuste menor, beneficiando participantes e patrocinadoras. Nesse caso, constaria do acordo que os 5,10% seria o teto máximo de reajuste de 2017 a 2020, para os participantes.
Entendemos também que do acordo deve constar que a Cemig concorda em manter a mesa temática do Cemig Saúde até março de 2016, para resolvermos outros assuntos não abordados neste momento, incluindo as reivindicações constantes da pauta de reivindicações dos sindicatos e associações para o ACT 2015/2106.
Atenciosamente,


Júlio César Silva

Diretor-presidente da Associação dos Beneficiários da Cemig Saúde e Forluz
Compartilhe Google Plus

Sobre Portal ABCF

Site da Associação dos Beneficiários da Cemig Saúde e Forluz. Previdência complementar, fundo de pensão, educação financeira e plano de saúde.
    Comentários Gmail
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário