Idade mínima para aposentadoria pode aumentar

Segundo especialistas, o Brasil é um dos poucos países do mundo que permitem idade mínima para aposentadoria com menos de 60 anos de idade.

Vão sobrar para os futuros aposentados o novo esforço do governo para tapar o rombo das contas públicas no final deste ano e evitar novos rebaixamentos da posição do Brasil pelas agências de risco como bom pagador. 



Antes do final deste ano, a presidente Dilma Rousseff enviará proposta de Reforma da Previdência para acalmar o mercado e sinalizar ajustes fiscais para bloquear o fosso das contas dos aposentados , o que exigirá a aprovação da nova CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira). 

Segundo especialistas, o  Brasil é um dos poucos países do mundo que permitem idade mínima para aposentadoria com menos de 60 anos de idade.  Em 1998, no então governo Fernando Henrique Cardoso, após três anos de debates e votações dentro do Congresso Nacional, a proposta de  idade mínima foi derrubada em votação no plenário da Câmara dos Deputados e por apenas um voto. 

Daí até hoje, os empregados do setor privado podem se aposentar pelo INSS com a comprovação de tempo mínimo de contribuição (30 anos, mulheres; e 35 anos se homens) e por idade (60 anos, mulheres; e 65, homens). A ideia é criar um mecanismo que aumente a idade mínima em pelo menos 2 anos. Pelas previsões da equipe econômica, o rombo nas contas públicas subirá de R$ 50 bilhões para até R$ 80 bilhões. 

O esboço de uma reforma da Previdência com o aumento da idade mínima para aposentadoria foi tema nesta terça-feira do encontro mantido por líderes governistas com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), mesmo após ele ter sido denunciado ao Supremo Tribunal Federal por contas secretas na Suíça. 

O encontro ocorreu na residência oficial de Cunha, onde também foi discutida a pauta legislativa da Casa antes do final do ano para tirar o Brasil da crise. Especialmente a aprovação da nova CPMF.

Fonte: DCI.
Compartilhe Google Plus

Sobre Portal ABCF

Site da Associação dos Beneficiários da Cemig Saúde e Forluz. Previdência complementar, fundo de pensão, educação financeira e plano de saúde.
    Comentários Gmail
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário