10 dúvidas sobre Aposentadoria e Previdência

Dez perguntas e resposta sobre Aposentadoria e Previdência. Confira as principais dúvidas sobre o assunto.

1- Ainda existe tempo mínimo de contribuição? 
Sim. Para se aposentar por tempo de contribuição, são necessários 30 anos de contribuição para mulheres e 35 para homens. Por idade, o tempo mínimo é de 15 anos.

2- Como receber benefício integral? 
Pela nova fórmula, até o final de 2018 a soma da idade com os anos de contribuição deve ser 85 (mulheres) e 95 (homens).

3- E se já contribuí por 30 anos, mas minha idade não é suficiente? 
Se não quiser esperar, pode escolher o fator previdenciário.

4- O que é fator previdenciário? 
Um índice, recalculado todo ano, que reduz o valor do benefício para quem se aposenta mais cedo. Pela tabela atual, por exemplo, um homem de 59 anos e 35 anos de contribuição teria o benefício multiplicado por 0,815. Se esperar mais um ano, terá o benefício integral.

5- Há casos em que o fator previdenciário é melhor que a nova fórmula? 
Sim. Por exemplo, pela tabela de 2015, podem ganhar benefício maior que o integral um trabalhador de 60 anos que contribuiu por 41 anos, ou um de 65 que contribuiu por 34.

6- Se o fator previdenciário for vantajoso, posso optar por ele? 
Sim. Vale sempre a fórmula mais vantajosa ao trabalhador.

7- Qual o benefício integral? 
É a média dos 80% maiores salários de contribuição desde julho de 94, corrigidos pelo INPC, limitada ao teto do INSS, de R$ 4.663,75.

8- Como se aposentar por idade? 
Se tiver no mínimo 15 anos de contribuição, a mulher pode se aposentar aos 60 anos e o homem, aos 65. O valor do benefício aumenta com o número de anos de contribuição.

9- Como saber qual a fórmula mais vantajosa? 
Se não tiver o tempo mínimo de contribuição, a única opção é a aposentadoria por idade. 
Se tiver o tempo mínimo de contribuição, consulte primeiro a tabela do fator previdenciário (guiagoverno.com/tabela-pratica-do-fator-previdenciario-2015/). Se o índice for superior a 1, essa é a fórmula mais vantajosa. Se for inferior a 1 e você cumprir as condições da fórmula 85/95, opte por ela.

10- Se já me aposentei pelo fator previdenciário, posso mudar para o 85/95? 
Não.

Fonte: Folha de S.Paulo. Isabel Versiani.



Compartilhe Google Plus

Sobre Portal ABCF

Site da Associação dos Beneficiários da Cemig Saúde e Forluz. Previdência complementar, fundo de pensão, educação financeira e plano de saúde.
    Comentários Gmail
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário